Sinalização de Segurança - O que é, Para que serve e qual sua classificação
Exemplos de placas utilizadas para sinalização de segurança!

A sinalização de segurança está entre os métodos de proteção e garantia da vida e da saúde ocupacional dos trabalhadores, que estão incluídos na gestão de SST nos ambientes de trabalho. A sinalização de segurança é projetada para alertar os funcionários (próprios ou terceiros) e visitantes sobre os riscos, EPI’s e outras informações necessárias para a garantia da segurança do trabalho no local.

NR-26 – Sinalização de Segurança

Placas de sinalização de segurança do trabalho
Exemplo de placas de sinalização de segurança mais utilizadas!

Revisada pela última vez em 2011, a NR-26 fala a respeito sobre o uso de sinalização de segurança nos ambientes laborais.

Nela contém informações sobre o uso de cores para a segurança de empresas e ambientes de trabalho diversos, bem como sobre classificação, rotulagem preventiva e ficha com dados de segurança para produtos químicos.

A NR-26 é bastante generalizada e fácil de entender, mas não é suficiente apenas alertar sobre os perigos. É necessário que se faça entender por que a sinalização de segurança se encontra em determinado local, bem como os riscos encontrados em cada ambiente, afinal, educar os trabalhadores também ajuda a reduzir o número de acidentes no trabalho.

Classificação da sinalização de segurança

Para saber em qual momento e ambiente devem ser usados, a sinalização de segurança é dividia em áreas específicas. Assim pode-se designar qual placa sinalizadora correta a se utilizar.

Classificação das placas de sinalização de segurança
Exemplos da classificação das placas de sinalização de segurança, encontradas abaixo:

Sinalização de perigo Os sinais nesta categoria destinam-se a alertar sobre uma situação, objeto ou ação que pode resultar em ferimentos e/ou danos nas instalações.

Sinalização de proibição – Os sinais nesta categoria são projetados para evitar certos comportamentos que poderiam comprometer a segurança do trabalhador.

Sinalização de Obrigação – Os sinais nesta categoria destinam-se a prescrever um comportamento específico.

Sinalização de emergência – Os sinais nesta categoria destinam-se a indicar, em caso de perigo, saídas de emergência, o caminho para a sala de emergência ou o local onde existem dispositivos de socorro.

Sinalização de combate a Incêndio – Os sinais nesta categoria destinam-se a indicar, em caso de incêndio, a localização do equipamento de combate a incêndio acessível ao usuário.

Sinalização de obstáculos e Locais Perigosos – Todos os perigos e locais perigosos que poderiam levar a um acidente devem ser devidamente rotulados com dispositivos adequados.

Sobre o uso das cores nas sinalizações de segurança

As normas regulamentadoras são fundamentais para garantir a segurança e saúde ocupacional. Cumprir o determinado nas NR’s é obrigação para todos, tanto empregador quanto empregado. Portanto devemos conhecer e entender as diretrizes de cada NR relacionadas às nossas atividades. O MTE publicou uma NR especial com o intuito de padronizar as cores para a sinalização de segurança. E assim nasceu a NR-26.

A NR 26 – Sinalização de Segurança, estabelece padrões para o uso de cores para sinalização no local de trabalho e visa prevenir acidentes, identificar equipamentos de proteção e delimitar áreas fazendo a identificação do encanamento utilizados na indústria para líquidos e gases.

O uso de sinalização de segurança é obrigatório para todos os tipos de empresas, independentemente do número de empregados, é importante que exista indícios de perigos, riscos, guias para localização e delimitação de caminho. É uma maneira de se comunicar com os funcionários para avisar sobre ameaças no local de trabalho. As cores estimulam nossa percepção, mas devem ser usadas o com precaução para evitar distração e confusão.

Tabela de cores para as sinalizações de segurança

Agora que sabemos a importância das cores dos sinais nos lugares. Veja como determinar a cor certa e descubra mais sobre a diferença entre as cores das sinalizações de segurança abaixo. Confira:

Vermelho: indica combate a incêndio e equipamento de proteção. Ela também significa proibição.

Laranja: Indica perigo em partes móveis de máquinas e equipamentos, acúmulo de ácidos, interior de caixas protetoras para dispositivos elétricos.

Amarelo: tenha cuidado. Indicado para situações muito arriscadas que exigem grande atenção.

Verde: indicação de segurança. São avisos, guias de localização, macas, entrada de sala de emergência e saídas de emergência.

Azul: indica ações e informações necessárias. Advertências contra o uso e movimentação de equipamentos.

Branco: Faixas de localização, direção, circulação.

Cores para tubulações industriais

Cores para tubulação industrial
Tubulação industrial identificada por cor!

Vermelho: Tubulações do sistema de combate a incêndio

Amarelo: Gases não liquefeitos (como o GLP)

Azul: Ar comprimido

Cinza Claro: Tubulações de vácuo

Branco: Vapor

Laranja: Ácido

Verde: Água

Marrom: Materiais fragmentados, minério, petróleo bruto.

Cinza Escuro: Eletrodutos

Preto: Inflamáveis e óleos de alta viscosidade

Lilás: Lixívia, álcalis, soda cáustica

Placas de sinalização de segurança

As placas devem ser de metal, simples, com tamanhos padrão, em locais com boa visibilidade, bem entendidas, e nada deve atrapalhar sua visão, como plantas ou pilares. Nos casos em que o risco desaparece do ambiente, a remoção da placa de sinalização é importante.

Existem placas que requerem a adição de brilho ou sinais acústicos, como luzes noturnas de contraste e alarmes.

Opa! E aí, restou alguma dúvida sobre Sinalização de Segurança? Deixa nos comentários. Se você quer ver algo que não achou no site, deixa nos comentários o assunto que você quer ver aqui!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui