O que é SESMT - SERVIÇO ESPECIALIZADO EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO

O Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) procura preservar os maiores bens da empresa: seus funcionários!

Trabalhar em um ambiente seguro é o direito de todas as pessoas, e as empresas devem assegurar esse ambiente, sempre buscando garantir a segurança e o bem-estar de seus funcionários, pois um ambiente de trabalho harmonioso é um incentivo para que os funcionários alcancem os melhores resultados em suas atividades na empresa.

Uma maneira de fazer isso é investir na garantia da segurança do trabalho e na implantação de um Serviço Especializado em Segurança e em Medicina do Trabalho, o SESMT, uma vez que esse serviço visa prevenir e tratar as doenças ocupacionais, preservando a saúde dos trabalhadores.

Neste artigo, você aprenderá o que é o SESMT, qual é sua finalidade e tarefa, qual a importância do SESMT para as empresas e quais profissionais que integram o SESMT. Continue lendo para saber mais!

A história sobre o SESMT

O SESMT nasce durante a revolução industrial, quando há um aumento de doenças ocupacionais. No entanto, aqui no Brasil, toda essa precaução com a segurança do trabalho e a prevenção de doenças ocupacionais começou de forma tímida e pontual. Em 1981, quando a Lei de Proteção ao Trabalho Infantil foi criada, começaram a surgir problemas de segurança no local de trabalho, e então começaram a pensar em maneiras de suprir essa necessidade.

Antes disso, foi aprovada a lei sobre acidentes de trabalho, criada em 1919, mas essa lei não incluía serviços para o tratamento de doenças, uma vez que o SESMT foi criado apenas no ano 67, ainda como serviço, cuja finalidade era prevenir acidentes e doenças ocupacionais. Este serviço composto pelos profissionais atuais só foi possível pela alteração que ocorreu apenas em 1990, após várias reuniões e projetos que visavam melhorar a saúde dos funcionários.

Atualmente, os profissionais que compõem o SESMT são médicos do trabalho, engenheiros de segurança do trabalho, enfermeiros do trabalho, técnicos de segurança do trabalho e auxiliares de enfermagem.

Profissionais que integram o SESMT

Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho - SESMT
SESMT e a preocupação com a saúde ocupacional dos funcionários!

Empresas que possuem um Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho oferecem aos seus funcionários especialistas qualificados que permanecerão dentro da empresa, auxiliando os funcionários quando eles precisarem, de acordo com o determinado pela norma regulamentadora 04.

Algumas empresas não possuem SESMT no local, mas eles fornecem ajuda imediata aos funcionários com profissionais que fazem parte deste serviço quando há uma necessidade.

Para se tornar parte do SESMT, os seguintes requisitos devem ser atendidos:

Médico de trabalho: O profissional deve ter um diploma, além de medicina, pós-graduação em medicina do trabalho ou residência médica em uma área relacionada à saúde do trabalhador.

Engenheiro de Segurança do Trabalho: O profissional deve ser formado em engenharia ou arquitetura, bem como possuir pós-graduação em engenharia de segurança do trabalho.

Enfermeiro do Trabalho: Graduação em Enfermagem, com pós-graduação na área de enfermagem do trabalho.

Técnico em segurança do trabalho: Profissional com curso técnico e registro no Ministério do Trabalho.

Auxiliar de enfermagem do trabalho: Técnico de enfermagem com certificado de qualificação em enfermagem do trabalho.

Estes são os profissionais que devem ter em todo SESMT, sendo que em algumas empresas esse serviço é mais abrangente e pode ter outros especialistas, como psicólogos, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais.

Importância do SESMT para a empresa

A princípio, para algumas empresas, o SESMT pode aparentar ser mais uma despesa com mais funcionários, mas com a introdução desse tipo de serviço, as empresas acabam reduzindo outras despesas, já que seu objetivo é trabalhar em conjunto com outras áreas da empresa, agindo para prevenir acidentes do trabalho e doenças ocupacionais.

O objetivo do SESMT é avaliar a segurança dos setores da empresa e desenvolver projetos de melhoria que tornem o ambiente de trabalho mais seguro e agradável para os funcionários.

Além disso, o SESMT, em colaboração com a CIPA, é responsável por promover a SIPAT, Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho, para mostrar a importância da segurança do trabalho e assegurar o uso de equipamentos de segurança para evitar atividades de risco sem treinamentos. Além disso, a SIPAT também promove atividades para garantir que os funcionários se sintam melhor em seu ambiente de trabalho, pois em um local de trabalho seguro e agradável, os colaboradores desempenham melhor suas atividades.

Mas, o que é a CIPA?

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) é uma ferramenta disponível aos trabalhadores com o intuito de prevenir acidentes de trabalho, suas condições laborais e todos os aspectos que afetam sua saúde e segurança. A CIPA é regulada pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) nos artigos 162 a 165 e pela Norma Regulamentadora 05, contida na decisão de 08/06/78 № 3.214, emitida pelo Ministério do Trabalho.

O principal objetivo da CIPA é permitir que empregadores e empregados trabalhem juntos para prevenir acidentes e melhorar a qualidade de vida no ambiente de trabalho. Neste artigo, você aprenderá sobre as principais funções da CIPA na empresa, os requisitos para sua formação e como ela funciona.

Temos um artigo completo sobre a CIPA aqui!

Quer mais artigos aqui no Gestão de SST? Deixe seu comentário com o assunto que você quer ver ser abordado aqui no site!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui