Aplicação da ergonomia no ambiente de trabalhoA expressão ergonomia vem de uma palavra grega e se refere ao estudo de dados biológicos e tecnológicos que permitem a adaptação entre o homem e as máquinas ou objetos.

A tradução deste conceito grego está diretamente vinculado às normas que regulam a ação humana. A ergonomia, portanto, considera a relação entre o ser humano e outros elementos de um sistema com o objetivo de proporcionar o bem-estar humano e a performance do sistema.

Definição

Ergonomia pode ser definida como uma disciplina científica relacionada ao entendimento das interações entre seres humanos e outros elementos de um sistema, e também é a profissão que aplica teoria, princípios, dados e métodos para projetar a fim de otimizar o bem-estar humano e o desempenho geral de um sistema.

De acordo com a Associação Internacional de Ergonomia (AIE), ergonomia é o conjunto de conhecimentos científicos aplicados para que o trabalho, os sistemas, os produtos e os ambientes sejam adaptados às capacidades e limitações físicas e mentais da pessoa.

Objetivos

O objetivo da ergonomia é adaptar o trabalho às capacidades e possibilidades do ser humano.
Todos os elementos ergonômicos para o trabalho são projetados levando em consideração quem os utilizará. O mesmo acontece com a organização de uma empresa: é de extrema importância projetá-la de acordo com as características e necessidades das pessoas que a compõe.
É sabido que, segundo a psicologia social, as necessidades das pessoas estão em mudança contínua, assim como a organização social e política. Portanto, as organizações não podem ser centro isolados e permanecerem alheios a essas mudanças.
Atualmente, a qualidade de vida no trabalho é uma exigência de todos. Este conceito é difícil de ser explicado em palavras, mas pode ser definido como o conjunto de condições de trabalho que não prejudicam a saúde e que também podem oferecer meios para o desenvolvimento pessoa, ou seja, maior participação nas tarefas, nas decisões, maior autonomia e liberdade de decisão, possibilidade de desenvolvimento pessoal, etc.

O que é ergonomia

Os principais objetivos da ergonomia e da psicologia aplicada são os seguintes:

  • Identificar, analisar e reduzir riscos ocupacionais (ergonômicos e psicossociais).
  • Adaptar a posição de trabalho e as condições de trabalho às características do operador.
  • Contribuir para a evolução das situações de trabalho, não só do ângulo das condições materiais, mas também nos seus aspectos sócio organizativos, para que o trabalho possa ser realizado salvaguardando a saúde e a segurança, com o máximo possível de conforto, satisfação e eficácia.
  • Controlar a introdução de novas tecnologias nas organizações e sua adaptação às habilidades e aptidões da força de trabalho existente.
  • Estabelecer prescrições ergonômicas para a aquisição de ferramentas e materiais diversos.
  • Aumentar a motivação e satisfação no trabalho.

Tipos de ergonomia

Conheça um pouco mais sobre os variados tipos de ergonomia e como ela pode ser aplicada nos diferentes locais de trabalho:

  • Ergonomia de correção: atua de maneira restrita e parcial, modificando elementos como iluminação, ruídos, dimensões e temperatura;
  • Ergonomia de concepção: interfere no projeto do ambiente, promovendo uma melhor organização do trabalho, dos sistemas de produção, uso correto dos equipamentos e melhor postura dos funcionários;
  • Ergonomia de conscientização: envolve a realização de palestras, treinamentos e cursos responsáveis por educar colaboradores sobre os hábitos e métodos de trabalho que podem ser prejudiciais à saúde — como má postura, uso inadequado de equipamentos e trabalho em excesso;
  • Ergonomia participativa: visa a criação de um Comitê Interno de Ergonomia (CIE), que trabalha em prol da conscientização e viabilização de um projeto ergonomicamente correto e saudável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui