DDS – Diálogo Diário de Segurança, essa é a ferramenta mais utilizada pelos técnicos de segurança do trabalho, quando o assunto é prevenção de acidentes dentro de um ambiente de trabalho que possa oferecer riscos à integridade física dos colaboradores, como, por exemplo, nas obras da construção civil, brigadas de incêndio ou até mesmo no setor da indústria de transformação.

O que é DDS - Diálogo Diário de Segurança

O DDS é um recurso da Segurança do Trabalho para levar aos colaboradores vários tipos de informação e alertas sobre os riscos de acidentes nos ambientes de trabalho. O Diálogo Diário de Segurança é também uma forma de unir a equipe e conversar com os trabalhadores com o intuito de transmitir informação sobre como evitar os danos de saúde daqueles profissionais. A medida é fundamental e vem ganhando cada vez mais adeptos, justamente por criar a aproximação do Técnico de Segurança do Trabalho e os trabalhadores, conscientizando-os da importância de cada um para que possam evitar acidentes e ajudar a criar um ambiente de trabalho mais seguro e tranquilo.

Como fazer um DDS – Diálogo Diário de Segurança

A primeira providência a ser praticada para criar uma rotina de DDS na empresa é sempre informar a equipe sobre o horário, local e os motivos que levam ao Diálogo Diário de Segurança. É de indispensável que o colaborador sinta que sua atenção e preocupação podem fazer toda a diferença para evitar os acidentes de trabalho.

Dicas para se realizar um DDS

– Estabeleça um objetivo: Apresente com clareza o cenário de trabalho, as principais funções de cada funcionário e, claro, os riscos destas atividades. Assim fica mais simples apresentar todas as medidas de segurança e evitar acidentes;
– Faça uso de exemplos reais: Descreva casos e mostre danos causados pela desatenção, não utilização de EPI’s e prováveis descuidos. Para obter sucesso, é necessário conhecer o histórico dos profissionais da empresa e também abrir a discussão para sugestões dos trabalhadores;
– Incentive a participação dos profissionais de cada setor, determinando profissionais diferentes a cada dia durante o DDS. Assim você transfere a responsabilidade aos outros funcionários do setor;
– Não utilize palavras complicadas, termos técnicos são distantes da realidade dos colaboradores. O recomendado é “falar a língua” deles, assim você pode passar ainda mais confiança no que está relatando e tem a garantia do entendimento da mensagem passada no DDS;
– Não faça Diálogo Diário de Segurança muito demorado, podendo provocar a dispersão da concentração no que está sendo passado. 10 a 15 minutos é mais que suficiente para passar todos os tópicos do DDS e garantir que o recebimento da mensagem teve êxito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui