Devido ao seu efeito tóxico quando exposto, os riscos químicos devem ser evitados tanto quanto possível no ambiente de trabalho. As medidas tomadas devem proteger os funcionários, evitar novos acidentes e substituir os procedimentos internos conforme necessário.

Como prevenir os riscos químicos no ambiente de trabalho

 

Os gestores do SESMT precisam adaptar as atividades aos padrões impostos pelas normas regulamentadoras para que não caiam em uma situação que proporcione insalubridade ou excedam o limite legal de exposição.

 

Você quer saber como identificar e prevenir os riscos químicos no ambiente de trabalho? Então confira nosso artigo de hoje!

Conceito de riscos químicos

Os agentes químicos são substâncias usadas no local de trabalho para diversos fins. Entre eles, alguns são utilizados na produção de produtos farmacêuticos, solubilizantes para reações químicas e antissépticos para minerais usados ​​nas grandes indústrias.

A indústria farmacêutica utiliza reagentes químicos para a fabricação de produtos farmacêuticos, equipamentos para limpeza e esterilização do meio ambiente.

Além disso, outras indústrias exigem o uso de produtos químicos para pesquisa científica, separação de amostras biológicas e drogas para compostos purificados quimicamente.

Trabalho com produtos químicos

Agentes químicos podem causar intoxicação!

A intoxicação ocorre quando um funcionário entra em contato com esses agentes sem equipamento de proteção individual adequado. Sem EPI, os produtos químicos podem causar intoxicação ao entrar em contato com a pele, aspiração dos gases resultante do uso ou pela mucosa, principalmente quando a substância química é corrosiva ou irritante.

Dependendo da estrutura química da substância e do tempo de exposição, os resultados podem ser carcinogênicos, teratogênicos, asfixiantes, neurotóxicos e outros. Portanto, todos os funcionários devem estar treinados quanto às características do produto que irão manusear.

Além disso, o tempo de trabalho (ou exposição) é determinado de acordo com as normas do Ministério do Trabalho, que irá realizar a classificação, em graus, se a atividade é insalubre ou periculosa.

Por exemplo, a exposição máxima permitida para 48 horas de trabalho por semana é de 5,5 mg/m³ para o ácido clorídrico e 200 mg/m³ para o etanol (álcool etílico).

Medidas preventivas para os riscos químicos

É necessário avaliar o risco de todas as substâncias químicas e introduzir medidas de controle coletivo e equipamentos de proteção individual. No primeiro caso, recomenda-se ventilação e sistema de exaustão no ambiente laboral, lava-olhos e chuveiros de emergência e, indispensavelmente, extintores de incêndio apropriados.

Como equipamento de proteção individual recomenda-se o uso de máscaras, touca, óculos de proteção, jalecos impermeabilizantes, avental e calçados apropriados. A empresa é responsável pelo descarte e limpeza desses itens.

Como medidas preventivas, pode-se realizar treinamentos com os colaboradores que irão realizar as operações com os produtos químicos. Você também fazer uso dos DDS – Diálogo Diário de Segurança, com intuito de fortificar a estratégia e conscientização quanto às formas de prevenir acidentes do trabalho causados pela exposição aos riscos químicos.

O treinamento deve incluir parte teórica e atividades práticas com os funcionários. Além disso, é necessário desenvolver constantemente procedimentos para substituir substâncias nocivas e promover rodízio de trabalho/descanso, a fim de reduzir a exposição.

Para evitar acidentes com funcionários e reduzir a produtividade dos negócios, é necessário analisar constantemente os riscos químicos nos ambientes de trabalho. Para isso, é importante conhecer as características da substância química, limite de tolerância, forma de prevenção coletiva e individual. Além disso, o treinamento contínuo é recomendado para reduzir significativamente os acidentes no ambiente de trabalho.

Você conhece os perigos de substâncias químicas em seu ambiente de trabalho? Você quer informar mais pessoas sobre esse importante assunto? Compartilhe este artigo nas redes sociais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui