Investigação de Acidentes: Procedimentos e Importância!

Investigação de acidentes na segurança do trabalho

A realização de uma investigação de acidentes é um pilar essencial para entender as causas de um acidente ocorrido no ambiente de trabalho e na implementação de medidas de prevenção, afim de evitar que ocorram novos acidentes pelos mesmos agentes de risco. Além de cumprir com o que pede a legislação trabalhista, uma apuração detalhada e eficiente de acidentes pode contribuir para a o desenvolvimento de um ambiente de trabalho mais seguro e produtivo.

O que é uma Investigação de Acidentes?

Uma investigação de acidente implica numa reunião detalhada informações de um acidente para que se possa identificar sua fonte geradora direta e indireta. O propósito principal dessa avaliação é determinar o que aconteceu, como aconteceu, por que aconteceu e o que pode ser implementado para evitar que aconteça uma vez mais.

Importância da realização de uma Investigação de Acidentes bem feita!

Realizar uma investigação de acidentes é de extrema importância por estes motivos:

Prevenção de novos acidentes: Possibilita a identificação e chance corrigir as falhas que se tornaram as causas dos acidentes ajuda a prevenir incidentes futuros;
Melhoria Contínua: Capacidade de fornecer ideias importantes para melhorar a gestão de segurança e os procedimentos operacionais da empresa;
Atendimento a legislação: Atende a requisitos legais das normas regulamentadoras, evitando multas e penalidades.
Cultura de Segurança: Ajuda a promover e fortificar uma cultura de segurança, onde a prevenção de acidentes pode se tornar uma prioridade.
Garantir a segurança dos trabalhadores: Tem o poder de contribuir com a proteção da saúde e segurança dos trabalhadores, reduzindo o risco de lesões e doenças ocupacionais;

Investigação de acidentes, quais procedimentos tomar e quais sua importância para a segurança do trabalho

Procedimentos para Investigação de Acidentes

Uma investigação de acidente deve seguir um procedimento muito bem estruturado que deve incluir diversas etapas, tais como:

Notificação do Acidente: Logo após a ocorrência de um acidente, é necessário que ele seja comunicado ao setor de segurança do trabalho e aos gestores/responsáveis pelo setor/área de trabalho;

Preservação do Local de acidente: Deve ser feita a preservação do local do acidente, para que se possa evitar a destruição de evidências. Deve ser feito o isolamento da área e o impedimento de pessoas no local, para que evitem modificações na área que possam prejudicar a investigação. Então, a área deve ser preservada até que a apuração das evidências esteja concluída.

Apuração das informações do acidente: A inspeção de investigação de um acidente deve conter informações detalhadas sobre o ocorrido, incluindo depoimentos de testemunhas, fotografias do local, condições ambientais, equipamentos envolvidos e o recolhimento de documentos relevantes.

Análise da causa do ocorrido: Para investigar com sucesso as causas de acidentes, é necessário a utilização de técnicas de análises, como a Análise de Causa Raiz (RCA), para que possamos identificar as causas diretas e indiretas de um acidente. Considerando fatores humanos, organizacionais e técnicos.

Implementação de ações corretivas: Levando em consideração das causas levantadas na análise do acidente, é necessário que haja o desenvolvimento e implementação de procedimentos de melhorias afim de elimitar ou controlar os riscos identificados na investigação. Os procedimentos podem ser, desde mudança no processo produtivo, melhoria na segurança de máquinas e equipamentos, podendo ser até realização de treinamentos de segurança com os trabalhadores.

Relatório de investigação de acidentes detalhado: Depois de apurar as causas dos acidentes, é necessário a elaboração de um relatório detalhado que evidencie todos os aspectos da investigação, pondendo incluir a descrição do acidente, causas identificadas, procedimentos de melhoria e recomendação de ações para prevenção de futuros acidentes.

Monitoramento contínuo: Após a elaboração do relatório de investigação de acidentes e implementação de procedimentos de melhoria e ações corretivas, é necessário continuar com o monitoramento. Realização de inspeções periódicas para verificar se as ações corretivas e as medidas de prevenção adotadas estão funcionando conforme o esperado e garantir a eficácia.

Exemplos de medidas de prevenção implementadas a partir de investigações de acidentes:

A investigação de acidentes está sendo implementada por uma gama de empresas que tem como objetivo trazer um ambiente de trabalho mais seguro e mais segurança nas atividades de risco, como por exemplo:

Setor industrial: Uma fábrica realizou uma investigação rigorosa após um acidente com uma máquina de corte. A análise revelou que a falta de manutenção adequada e a ausência de treinamento específico foram as causas principais. A empresa implementou um programa de manutenção regular e treinamento obrigatório para todos os operadores de máquinas.

Setor de Construção civil: Após uma queda de altura em um canteiro de obras, a investigação identificou que os trabalhadores não estavam utilizando corretamente os equipamentos de proteção contra quedas. A empresa reforçou a fiscalização sobre o uso de EPIs e realizou um novo treinamento de qualificação com todos os trabalhadores que realizavam trabalho em altura.

Desafios na Investigação de Acidentes

Durante a realização de uma investigação de acidentes, vários podem ser os desafio e empecilhos que podem ocorrer durante o processo, tais como:

Resistência dos Trabalhadores: Um dos principais desafios que a equipe de segurança do trabalho enfrenta é a resistência dos trabalhadores, onde alguns hesitam em relatar os acidentes, ou até mesmo cooperar com as investigações por medo de represálias, seja de gestores ou até mesmo dos colegas de trabalho.
Falta de Recursos: Empresas de pequeno porte podem ter uma certa dificuldade quanto a alocação de recursos que seja suficientes para conduzir uma investigação de acidentes detalhada.
Complexidade dos acidentes: Alguns acidentes podem envolver múltiplas causas, tornando-os complexos demais. Assim, a análise e a identificação de soluções e medidas de prevenção se tornam ainda mais desafiadoras

Ferramentas e Técnicas para Investigação

Existem diversas ferramentas e técnicas que podem ser utilizadas para se obter uma melhor eficácia nas investigações de acidentes, estas são algumas:

Diagrama de Ishikawa (Espinha de Peixe): Ajuda a visualizar as possíveis causas de um problema, categorizando-as em fatores, como pessoas, processos, equipamentos e ambiente;

Método 5 Porquês: Técnica simples e eficaz para identificar causas raízes, perguntando repetidamente “por quê” até chegar à causa subjacente;

Análise de Modos de Falha e Efeitos (FMEA): Avalia os modos de falha potenciais em um processo e suas consequências, priorizando ações corretivas com base no risco.

A investigação de acidentes é um elemento fundamental para a gestão de segurança no trabalho de uma empresa. Ao incorporar um processo estruturado e utilizar ferramentas adequadas, as empresas podem identificar as causas dos acidentes, implementar medidas preventivas e promover um ambiente de trabalho mais seguro. Investir na investigação de acidentes não só cumpre a legislação trabalhista, mas também demonstra um compromisso com a saúde e segurança dos trabalhadores, resultando em benefícios duradouros para a organização como um todo.

1 Trackback / Pingback

  1. Incidentes no trabalho são sinais de alerta! - GSST - Gestão de Saúde e Segurança do Trabalho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*